Um pa pa pa

Já faz algum tempo que não posto algum link sobre entretenimento. Mas navegando por águas profundas, acabei me deparando no youtube com esse vídeo lendário que só poderia ser da curiola do Sílvio Santos.

São vídeos bestas mas que nos tiram do sério. Dei boas risadas com esse vídeo apesar de já ser edição de 2009 com mais de 408 mil visualizações, é o tipo de conteúdo que não nos cansamos de ver.

Um pa pa pa faz parte de uma série de vídeos que o SBT estão viralizando pela Internet. As famosas pegadinhas viraram febre na televisão, e não existe emissora que não resista aos seus encantos de audiência.

A fórmula e simples: Uma câmera escondida e uma ideia na cabeça. E no quesito ideias, o SBT tem tirado de letra suas pegadinhas. Tanto é verdade que as pegadinhas que mais viralizam na Internet são as do próprio SBT.

Origem

Os precursores das pegadinhas no mundo, foram experimentos radiofônicos de Orson Welles dos Estado Unidos. Os experimentos desencadearam um efeito cascata na sociedade Norte Americana. No Brasil, o pioneiros das famosas pegadinhas foram frequentadores de um posto de combustível localizado no bairro do Engenho Novo no Rio de Janeiro. Em parceria com radialistas que interagiam pelo próprio rádio da vítima em “tempo real”, os frentistas ou frequentadores do posto conversavam com os taxistas sobre o seu dia a dia e baseado nas informações que adquiriam da conversa, ligavam para o estúdio e informavam os dados da vítima.

O programa de chamava Wilson Mussauer, e criou uma tremenda curiosidade por parte de seus ouvintes, de como ele conhecia tantos detalhes da vítima sem sequer sair da emissora. Esse tipo de entretenimento, acabou chamando a atenção das grandes empresas de televisão e acabaram se popularizando.

Quando você passar por algum lugar e ouvir:
– É um pa pa pa. É um pa pa pa …
Saia correndo e evite a curiosidade, pois a frase pode mudar para:
– É dois pa pa pa. É dois pa pa pa.
Huahuashuashuas

Um pa pa pa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here