Esse vídeo me fez lembrar um fato real que aconteceu com um primo meu. Em uma viagem de ônibus bateu uma puta dor de barriga. Desesperado não via a hora de chegar à próxima parada. Assim que o ônibus apontou para o desembarque, ele se colocou como o primeiro da fila para saída. E assim o fez assim que a porta do ônibus abriu. Correu diretamente para o banheiro.

Parecia que quanto mais perto chegava do banheiro mais arriscado era o momento. Mas, enfim chegou ao seu destino e conseguiu aliviar-se.

Entretanto passado o pior, chegou o momento da lucidez. Olhou para uma lado, olhou para o outro e não viu nenhum papel higiênico. Desesperou-se pois a parada era de apenas 15 minutos, e ele já estava lá há algum tempo.

Portanto em um momento de improviso ele pensou em três alternativas:

  • Voltar correndo para o ônibus todo cagado.
  • Perder o ônibus.
  • Gritar por socorro até chegar ajuda.

Perdeu todo orgulho que ainda poderia existir, e partiu para a terceira alternativa desesperadamente.

– SOCORRO, SOCORRO, Socorro, alguém me ajude estou sem papel higiênico!

E assim o fez até que uma alma caridosa o ouviu e conseguiu o dito papel higiênico.

Chegou a tempo no ônibus, mas todos já o esperavam, sem entrar em detalhes, calou-se e nada mais disse.

Enfim, acabara de acontecer ali um momento que o marcaria para o resto de sua vida.

Alguns até diriam: porquê não usou a cueca, entretanto ele não possuía essa alternativa, ficando assim como agravante na hora do improvisar no momento. Muito menos nenhum outro tipo de papel para limpeza de mão (Imagina o estado desse banheiro).

A conclusão que chego a respeito deste episódio, é que o homem em desespero, perde todo orgulho. Ou seja, o orgulho não vale merda nenhuma.

Improviso na hora H e lembranças para o resto da vida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.