Didi Moco e a história que ele nunca contou

Afinal de contas quem nesse Brasil não sabe quem é Didi Moco?

Você não conhece? Apesar de Didi Moco dispensar apresentações, ele Antônio Renato Aragão (o Didi Moco), nasceu em Sobral em 13 de janeiro de 1935.

Se tornou ator, diretor, comediante, dublador, humorista, escritor, apresentador, cantor, criador, historiador e palhaço da TV brasileira.

O Didi Moco se consagrou na televisão Brasileira, nas décadas de 1970 e 1980. Renato Aragão ganhou o apelido ao interpretar seu principal personagem na série. E assim também ficou conhecido domo Didi Moco, ou apenas Didi.

Renato Aragão apesar de ter se formado pela Faculdade Federal de Direito do Ceará em 1961, tinha vocação mesmo era para ser palhaço e em 1964 se mudou para o Rio de Janeiro a fim de estudar direção de programas sendo logo assim contratado pela TV Tupi em São Paulo.

Seu primeiro programa de televisão humorístico foi o A E I O URCA, mas foi com a mudança para a TV Excelsior em 1966 que novas oportunidades surgiram. E então nascia o primeiro embrião Os Adoráveis Trapalhões, que tinha como integrantes Wanderley Cardoso, Ivon Cury e Ted Boy Marino.

De lá para cá, sua carrei foi estrelada de muito sucesso. E então Renato Aragão resolveu contar uma história que ele nunca contou antes. E é através desse vídeo que vocês terão a oportunidade de conhece-la.

Mas apesar de você terem agora a oportunidade única de ouvir do Didi Moco contar uma história que ele nunca contou, eu descobri uma outra muito interessante que talvez não seja de conhecimento de todos.

Enquanto estudava direito em 05/09/1958 e voltava de Recife para Fortaleza a bordo do avisão Curtiss C-46, prefixo PP-LDX, do Lóide Aéreo Nacional. O avião acabou caindo na região do Serrotão próximo ao Aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande (PB). Ele e uma amigo sobreviveram a queda e ajudaram aos outros sobreviventes até a chegada dos socorristas, que chegaram abrindo caminho pela mada com facões.

Apôs a chegada da equipe de socorro, Renato e o amigo andaram até uma cidade próxima onde acabaram sabendo que haviam sido dados como mortos pela rádio da região.

Achei muito interessante esse episódio na biografia de Renato Aragão e acho que ele deveria passar a conta-la junto com a história que ele nunca contou. Vocês não acham também?

Didi Moco e a história que ele nunca contou

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here