Sistema de afiliados vale a pena?

Sistema de afiliados vale a pena

Com a disseminação dos blogs e o crescimento da Internet no mundo, surgiram também várias formas de monetizar um blog além do simples sistema de cliques criado pelo Google. Hoje atualmente muitas são as formas de monetização, mas será que elas valem a pena ou será simples ilusão?

Em minha modesta opinião, apesar da inúmeras possibilidades de monetização, não vale a pena alternativas de monetização por sistema de afiliação. Ao longo do texto irei explicar alguns motivos que me levaram a essa conclusão.

Um dos motivos de maior relevância certamente é minha experiência prática em loco com esses mesmos sistema. Graças ao grande “boom” de blogueiros pelo mundo, é que esses sistemas continuam a surgir e ser fomentados por blogueiros incautos. Com certeza a experiência é um dos requisitos que vai norteando o sucesso de um blog.

Talvez você esteja me perguntando “por quê o sistema de afiliados não vale a pena?”.

O sistema de afiliados é o sonho de 10 entre 10 empresas para conversão, e sabe o por quê? Porque é o sistema onde a empresa só irá gastar se realmente houver conversão! Nada melhor para qualquer empresa, que fazer uma aposta de capital onde o risco é zero. E como qualquer empresa no sistema capitalista aumenta seus lucros, comprando mais barato, vendendo mais caro ou aumentando suas vendas. A tendência de oferta no valor da publicidade de afiliados sempre será o mais conveniente possível a seu favor. O que já não acontece com o sistema de cliques ou CPM (Custo por mil impressões), onde a publicidade exibida será a melhor oferta no momento do leilão de inventários.

A melhor maneira de confirmar minhas teorias é através de relatórios comparativos de receita por RPM entre suas diversas redes de anúncios. Ao longo de períodos; mensais, trimestrais, semestrais ou anuais, irá perceber a realidade entre esses diversos sistemas de anúncios.

Como as próprias empresas de sistema de afiliados sabem dessa diferença em relação ao sistema de leilões, normalmente costumam dificultar relatórios estatísticos onde você obtém de forma direta sua receita por CPM (Custo por mil impressões). Evitando assim comparações entre outras redes de anúncios.

A melhor prova que o sistema é predatório para o blogueiro, foi a finalização do sistema de afiliados do próprio Google Affiliate Network. Com o bom do sistema de afiliados em 2011, o gingante da publicidade na internet resolveu criar também uma ferramenta de afiliados para não ficar de fora da corrida e fazer seus próprios teste nessa nova modalidade. Como o Google não tinha interesse no início de disseminar essa ferramente pelo mundo, ele focou os seus testes no próprio mercado Norte Americano. E ao longo de dois anos acabou verificando que o sistema de afiliados era predatório para o próprio mercado, não foi atoa que ele acabou descontinuando a plataforma. Ou você ainda tem dúvidas que os motivos teriam sido outros? Se esse modalidade, fosse uma alternativa viável ao mercado, com certeza o próprio Google iria ter interesse em fomentar o mercado. Mas como provavelmente ele viu que o sistema de afiliados canibalizava o mercado em relação as plataformas de CPC e CPM (Rede de leilões publicitários), ele optou por descontinuar o produto. Eu não consigo ver outra explicação para esse caso.

Você pode ver um outro ponto de vista do sistema de afiliados em escoladinheiro. Mais uma demostração do fracasso dessa ferramenta é a falência de várias empresas de afiliados que sumiram do mapa. Em contrapartida as empresas que adotaram o sistema de CPM e CPC como boo-box e Adsense continuam firmes como nunca.

Eu mesmo participei de sistema de afiliados que acabaram falidos e acabei deixando de receber pelas conversões de meus sites. Uma outra prova viva de que o sistema de afiliados direto é pior ainda, é o que aconteceu com o submarino. Em 2011 e 2012 quase todo o site que você visitava, tinha um banner de afiliados dele. Hoje é coisa rara de se ver. Outro problema do sistema de afiliados direto é justamente a confiança que você deve depositar justamente no sistema que você irá receber por suas conversões. Pois quem controla e gerencia o sistema de afiliação e justamente o próprio interessado na conversão. Como existir transparência nesses casos, quando não existir um terceiro elemento como intermediador.

O editor acaba tendo que depositar fé de mais em um sistema que é gerenciado pelo próprio interessado nas conversões. Como garantir a fidelidade nas conversões? Não existe como! É uma questão de fé. Ou você acredita ou não acredita! E no mundo virtual o que mais tem e picareta de plantão tentando ganhar algum com os calouros da internet.

Sistema de afiliados vale a pena?

Em fim acho que o tempo foi um grande aliado para minhas teorias a respeito do sistema de afiliados. E o futuro também será meu aliado em relação as minhas convicções. Mas caso você tenha argumentos contrários a minha teoria, não esqueça de deixar seu comentário. Ele será muito importante para construirmos uma conclusão sobre o assunto.

E importante ressaltar aqui que todas essas reflexões, são de cunho pessoal, baseadas em experiências próprias e análises dos processos de monetização da web ao longo de 4 anos. Em nenhum momento tive a intenção de afirmar que você nunca vai ganhar dinheiro com o sistema de afiliados mas em comparação com o sistema de monetização por leilão como CPC e CPM eles terão um RPM inferior ao longo de um período (mensal, semestral ou anual). Porque não significa que você ter uma margem de conversão alta por cada link de afiliado que divulgar terá um RPM no mesmo nível. Ou seja, apesar de sua conversão por CPC ou CPM ser inferior por cada conversão, ao longo de milhares visualizações elas serão maior que as conversões por link de afiliados.

E como qualquer blogueiro que deseja faturar na Internet está focado em um melhor resultado possível, ele terá sem dúvidas, melhores rendimentos a longo prazo se basear sua publicidade em sistemas baseados em CPM e CPC.

Leave a Reply