Morte finaliza brincadeira que bomba no youtube

O vídeo de uma brincadeira que termina em morte, na verdade é uma trollagem com os Internautas mais desavisados. O vídeo já é antigo, mas serve bem ao caso para essa pequena reflexão.

Esse é um momento importante para refletirmos sobre a terra de ninguém que é a Internet, e por esse mesmo motivo não devemos crer em tudo que vemos ou lemos no mundo virtual. Nesse emaranhado de informação uma das estratégicas básicas e sempre se orientar pela fonte da informação. Ou seja, por exemplo, se você está vendo essa matéria em um site como o terra, globo, yahoo, é bem provável que a matéria seja verdadeira. Os jornalistas de um modo geral verificam suas fontes antes de publicar uma matéria.

Já no mundo dos blogs, vale tudo, tudo mesmo para ganhar hits de acesso e com isso gerar remuneração. E por isso muitos utilizam as velhas técnicas da imprensa marrom.

Procure sempre pesquisar na própria Internet a repercussão que determinado assunto está tendo. Mesmo para a imprensa tradicional você verá que existe sempre discrepância em algumas informações. Portanto não seria diferente mesmo para um blog que você já conhece e confia.

Analizando o vídeo Morte finaliza brincadeira

Dicas para evitar notícias falsas como  a que termina em morte

O vídeo foi produzido em 28 de outubro de 2011 com o título “Brincadeira sem graça termina em morte no Recife”, e podemos notar que ele é a junção de dois vídeos. Aos 10 segundos dá para notar que houve uma emenda no momento da transição onde é filmada a bermuda que cobre toda a tela. É exatamente nesse momento o ponto de fusão de ambos os vídeos.

Na época em que o vídeo foi publicado o e-farsas analisou o vídeo e depois chegou até a entrevistar um dos autores do vídeo.

No entanto de vez em quando na Internet é feito um relançamento de algum matéria passada, e como as vezes muita gente não viu, aquilo que impressionou muita gente na época, volta a impressionar de novo.

Vídeo originalmente divulgado como o acidente

Vídeo publicado posteriormente para desmentir o acontecimento

Leave a Reply