Abram os olhos, talvez estejamos sendo manipulados 6

Abram os olhos, talvez estejamos sendo manipulados

Abram os Olhos, talvez esse seja o texto mais difícil que vou escrever para o blog do Tedioso, pois o momento ficou conturbado e confuso. Tenho tentando ser o mais imparcial possível nessa verdadeira turbulência pela qual o Brasil está passando. Sei que minha contribuição não será das maiores visto a pouco visibilidade do blog. Mas me sinto um pouco reflexivo sobre tudo que já ocorreu até agora e no compromisso democrático de alertar ao povo Brasileiro.

O Brasil com o movimento iniciado pelo Passe Livre, despertou o gigante adormecido, e mostrou para nossos governantes que não estamos satisfeitos com saúde, educação, segurança, transporte e impunidade. Essas talvez sejam as maiores bandeiras que criaram a coalização das manifestações.

Entretanto já conquistamos a manutenção dos valores de transporte nos mesmos patamares, e mostramos para nossos governantes a insatisfação popular.

Abram os olhos. Não vejo sentido para que os protestos continuem sem fim. Pois o Brasil não pode parar, a economia precisa continuar ativa e fazer o capital circular. Mas apesar disso ainda existem movimentos que insistem em acirrar as manifestações. O prolongamento das manifestações e distúrbios pelo Brasil afora não interessa a democracia brasileira.

Vou ser mais específico. Tenho acompanhado vários blogs falando sobre o assunto, dentre eles o conversaafiada.com.br, um blog do Paulo Henrique Amorim (Ex funcionário da Globo). O jornalista em questão tem levantado muito a bola sobre o “Golpe está em curso”! Apesar de em um primeiro momento achar meio exagerado suas colocações. Com informações de outras fontes algo começa a cristalizar.

Abram os olhos. A “Marcha da Família com Deus pela Liberdade” foi o nome comum de uma série de manifestações públicas organizadas por setores conservadores da sociedade brasileira em março de 1964, durante o governo João Goulart. Ocorreu logo após o anúncio dos programas de reformas de base daquele governo. Supostamente, naquele ano, congregou entre quinhentas mil e um milhão de pessoas em repúdio à mesma “corrupção” ora em pauta.

Como se formou aquele movimento que sustentou e justificou o golpe que implantou no Brasil uma ditadura de vinte anos sem ter Facebook e Twitter, sem a blogosfera e sem que muitos lares tivessem televisão? Foi pelos jornais e pelo rádio.

Abram os olhos. Os métodos utilizados para convocar manifestações em 1964 eram análogos ao uso das redes sociais. Foram convocadas esposas de empresários e dos empregados das empresas e ensinadas em reuniões com fins “filantrópicos e religiosos” sobre como o comunismo seria nefasto. Simultaneamente, eram distribuídos panfletos a fazendeiros e agricultores dando ênfase a palavras-chave como democracia, liberdade e, sobretudo, “corrupção”.

Abram os olhos. A sociedade foi mobilizada para a primeira Marcha da Família com Deus Pela Liberdade. Dela participaram quinhentas mil pessoas no dia 19 de Março de 1964 em São Paulo. A massa humana saiu da Praça da República, seguindo pela Rua Barão de Itapetininga, atravessando o Viaduto do Chá, para, chegando à Praça da Sé, assistir a uma missa. Em 2 de abril de 1964, um milhão de pessoas participou da Marcha da Família com Deus pela Liberdade no Estado da Guanabara. Era o dia seguinte à consumação do golpe que durou 20 anos.

Abram os olhos. Eu mesmo em um dos momentos por pura ingenuidade passei a compartilhar um vídeo que fala da possibilidade de fraudar as urnas brasileiras, o que de fato, colabora para aumentar o nível de indignação à corrupção no país, e  tirar a legitimidade do Governo Dilma. Como também existe agora em curso um movimento pro impeachment da Presidenta. Todos esses movimentos analisados em uma aspecto mais amplo parecem ser orquestrados.  Já temos até o recém criado Partido Militar do Brasil num cenário favorável para conspirações políticas

Quem mais achar que deve tomar posição neste momento estranho que está gerando um déjà Vu em muita gente experiente nos meandros políticos deste país, a hora é agora.

Entretanto eu não serei a melhor pessoa para falar sobre o assunto, mas recomendo que todos com um pingo de bom senso leiam todos os links abaixo se despindo de qualquer preconceito. Recomendo fortemente que reflitam sobre todas as ponderações pois onde a fumaça a fogo!

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/06/1298903-mpl-suspende-novas-manifestacoes-em-sao-paulo.shtml

http://caouivador.sul21.com.br/2013/06/21/e-urgente-parar-os-protestos/

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/06/21/tijolaco-denuncia-os-videos-da-extrema-direita/

https://medium.com/primavera-brasileira/dfa6bc73bd8a

http://www.treta.com.br/2013/06/a-primavera-brasileira-e-o-golpe-iminente.html

https://www.facebook.com/alexandre.haubrich/posts/10151704213907962

Abram os olhos, talvez estejamos sendo manipulados

6 thoughts on “Abram os olhos, talvez estejamos sendo manipulados

  1. Reply Poder Brasil jun 22,2013 06:04

    Muito boa a Postagem parabéns.

    A minha opinião é semelhante a sua

    As Reformas de Base do Presidente João Golart são as mesmas coisas que estamos pedindo hoje saúde publica de qualidade, Educação publica de qualidade e etc.

    Os Ricos tinham medo que com isso o Brasil se tornasse um pais comunista ou que os impostos aumentassem para os Ricos.

    ——————————–

    A manifestação iniciou de forma popular e de Esquerda mas agora grupos de Extrema direita estão aproveitando para dar as caras nas manifestações

    Os Riquinhos da Extrema direita estão com medo de pagar a conta das melhoria nos serviços publico que tanto foi pedido nas manifestações exatamente como em 64.

    No Brasil quanto maior a sua Renda menos imposto você paga, as Familias de Baixa Renda já pagam 40% de sua Renda em imposto porque os impostos mais caros no Brasil são os impostos embutidos em muitos produtos basicos que consumimos no dia a dia.

    O Rico paga pouco imposto e eles querem manter tudo desta forma, por isso organizações de Extrema Direita estão se infiltrando nas manifestações.

    O Cenario Realmente é muito parecido com 64

  2. Reply Hilton jun 30,2013 06:22

    A diferenca é que agora se tem mais acesso a informação do que em 1964, Jamais uma decisão iria acontecer e perpetuar sem que a Grande maioria da população aprovasse. Teriam que estar todos cegos e manipulados. Igual a Alemanha ficou quando Hitler era a salvação para eles e hoje em dia eles tem vergonha do passado. Isso aconteceu na epoca, talvez por que eles (Nazistas) detinha o poder de informacao da populacao. Os tempos mudaram… Ainda bem.

  3. Reply ROB jun 30,2013 06:23

    pelo menos nao tinha ladrao nem corruptos que venha a ditadura sera bem vinda

  4. Reply Jânio jun 30,2013 06:24

    Eu também já estive atento a tudo isso e acho que esse sempre será um risco a se correr, cada vez que se faz um protesto dessa magnitude.

    Você nos apresentou um belo mau exemplo de golpe, 64, mas temos de nos lembrar dos caras pintadas, que ocorreu numa época mais recente.

    A burguesia poderia ter dado um golpe mas já tinham uma lembrança desagradável de uma época em que só a globo foi beneficiada. Depois que os militares assumiram o governo, foram obrigados a calar a boca da imprensa e, sob a ótica deles, eles estavam certos, já que não podemos dizer para um general o que falamos para o Sarney, Renan Calheiros e Sílvio Santos.

    Quando os protestos expulsaram a Globo, sabiam que a Globo faria propaganda política contra as manifestações, assim como as outras TVs, isso mostra que eles assistiram o documentário da BBC, Muito Além de Um Cidadão Kane.

    O que eu achei muito estranho, foi o MPL, Movimento do Passe Livre, tirando o time de campo: “Nós já conseguimos o que queríamos, conseguimos a redução dos vinte centavos.

    Se desde o início os manifestantes diziam que “Não é Sò Pelos Vinte Centavos”, então há uma contradição entre o MPL e o resto dos manifestantes.

    “Não somos anti-partidários, somos apartidários. Não podemos ser hipócritas, já que desde o início tivemos ajuda deles. Aqui fica tudo muito mais claro. O movimento recebeu ajuda, talvez involuntário, de um grupo de pessoas com interesses em derrubar o governo, não é a primeira vez que pessoas ingênuas são manipuladas.

    Entretanto, a manipulação não dará certo e, num país torto como o Brasil, só é possível acertar de maneira torta. Por isso várias reivindicações se juntaram ao MPL.

    Enquanto a televisão se concentra nos manifestantes mais exaltados, a internet faz a coisa certa.

    O MPL foi só um pretexto para demonstrar a indignação que o povo sentia desde que Renan Calheiro voltou a poder, desde que o julgamento do Mensalão e de Carlinhos Cachoeira foram para a gaveta.

    A presidente fala em crime hediondo para a corrupção, mas nunca falará dos corruptos, então, estamos novamente dentro de um jogo sujo. Precisamos de manifestações, não como em 64, mas como a dos caras pintadas.

    Se o movimento dos caras pintadas foi patrocinado pela Globo, esse não é, podemos notar isso.

    Não, os militares não tem nenhum interesse em golpe e nunca irão contra a burguesia. Acontece que a burguesia está sendo afetada pela corrupção elitizada que só beneficia a aristocracia.

    Estamos mais informados e a lei não vai parar o povo e nem resolver o problema da corrupção, quem dará o veredicto será o povo, não aqueles supostos líderes de movimentos que foram convidados pela presidente para conversar, o movimento maior não tem líderes e nem partidos, a maioria do movimento não pode nem ver político pela frente.

    ABS

  5. Reply Luiz dez 5,2013 11:55

    Infelizmente, a ditadura militar veio em boa hora, pois sem ela hoje seríamos uma “Cuba” com dimensões continentais. Se esses petralhas que estão destruindo o que o governo FHC conquistou e deixou encaminhado não saírem do (des-)governo do país, provavelmente, teremos uma nova ditadura militar, o que, hoje, não seria uma boa solução.

  6. Reply Vitor fev 26,2014 05:14

    A grande questão é a seguinte: a reforma que queremos, não acontecerá nessa geração. Simples assim. Por quê? Porque está enraizado na nossa cultura, na cultura das recentes gerações o maldito “jeitinho brasileiro”. Pára para pensar, meu povo… Alguém é realmente ignorante o suficiente para acreditar que um fulano se achou em situação de poder e começou a roubar com milhões? Não! Esse cara é o mesmo que cortava a fila de carros pela direita, que furava fila na escola (ou em qualquer lugar), que estaciona em lugar proibido “só por 2 minutos”, que não devolve o troco quando recebe a mais ou que pede para estabelecimentos fornecerem nota fiscal em valor superior quando em viagem pela empresa. O maior problema do nosso país não são investimentos em áreas críticas. O problema maior é que grande parte dos investimentos feitos não chegam aos seus destinos. Por quê? Por causa dessa corrupção enraizada que temos como cultura. De sempre querer levar vantagem em tudo. Aí o cara, que furava fila e tirava nota pra rolar uma graninha pela empresa é eleito… Bom, qualquer coisa. De repente, ele se vê ali com milhares, senão milhões, que ninguém tá olhando. E ele vai fazer o quê? Vai botar uma partezinha no bolso dele, afinal, ninguém é de ferro e o trabalho dele é duro… Gente! Pare de babaquice! A culpa do Brasil estar no estado que está é nossa! E de mais ninguém! Se não tivéssemos permitido que isso se enraizasse em nossa cultura, talvez hoje teríamos governantes e/ou candidatos que não fazem parte dessa putaria. Não teríamos uma corja que está tão enraizada no nosso Sistema que só nos resta esperar a morte natural desse povo e torcer para que os próximos sejam melhores. A culpa é nossa e ponto final.

Leave a Reply