Arnaldo Jabor e a ignorância de um burgues

Arnaldo Jabor foi muito infeliz nesse comentário! Não teve sensibilidade para percebe que as manifestações são uma aglutinação da voz preza na garganta dos jovens por mais justiça social.

Os vinte centavos representam muito mais que o aumento nas passagens de ônibus. Existe um grito sufocado nessa nova geração sem bússolas e sistemas sociais a servirem de modelo a serem conquistados. O Povo clama por justiça social, abaixo a impunidade, por uma saúde pública de qualidade. Clamam por uma educação pública decente, por uma justiça que faça justiça, e não alimentem mais as mazelas da sociedade. Clamam também por segurança pública, e não uma polícia repressora da liberdade de expressão.

O Capitalismo sem um estado forte não se sustenta. Quem salvou os EUA e a Europa na recessão econômica? Foi o poder público. Apesar de não termos modelos econômicos alternativos ao Capitalismos, estamos vendo uma sociedade que não se sustenta, e pelo jeito vamos empurrar com a barriga até não dar mais.

Segurança, transporte, saúde e educação não podem ser ferramentas da iniciativa privada! Devem ser visto como conquistas sociais. A geração dos meus pais estudou em escolas públicas de primeiro, segundo grau e faculdade de excelentíssimo padrão. Elas foram sucateadas de forma orquestrada para justificar a entrada da iniciativa privada. Também tivemos ótimos hospitais públicos que hoje estão em estado lastimável como se fosse uma obra do acaso.

Arnaldo Jabor e a ignorância de um burguesAgora voltando aos vinte centavos meu caro Arnaldo Jabor, você está fazendo exatamente como fazem os Capitalistas quando querem minimizar o impacto de um aumento nos custos finais de um produto. São só vinte centavos. Mas eu digo meu caro Jabor, não são só vinte centavos. Vamos fazer as contas, (3,20*2 ida e volta) = (6,4 * 21 dias de estudos) = 134. Isso pressupondo que a grande maioria das pessoas use apenas uma passagem para ida e outra para volta. Agora vamos incluir mais um jovem nessa família, pois uma boa parte das famílias da classe média possuem dois filhos. Agora já temos 268 reais com passagens para o jovem da classe média ir estudar, destacando que essa classe média não tem os benefícios do estudante de uma escola pública que está sucateada. Classe média essa que sobrevive hoje, segundo a empresa em que trabalha, com salários entre R$ 291 e R$ 1.019 mensais.

Portanto acho que 134 ou 268 Reais fazem muita diferença na economia dessa classe média que está sobrevivendo com até R$ 1.019 mensais. O que me leva a concluir que você está completamente alienado da realidade do país em que vive, deslocado da realidade, assim como os políticos, ou realmente está fazendo o discurso da classe burguesa.

E muito interessante como os oradores distorcem o texto a favor da sua oratória, pois quando a SELIC sobe meio porcento, todos os capitalistas arrancam os cabelos pois sabem o que isso representa na economia do país. Agora quando é apenas 6,7% na economia do proletariado e refresco, não é mesmo meu caro Jabor?

Arnaldo Jabor e a ignorância de um burgues

Leave a Reply